faça sua denúncia....
  Home  |  Matérias  |  Expediente  |  Editorial  |  Contato    
  :::  www.anticartel.com ::: 

Editorial

Falta força para conter o cartel
Apesar dos esforços, o Ministério Público Federal, a Justiça Federal e a Polícia Federal do Rio Grande do Sul não reuniram força suficiente para conter as ações do cartel no setor de transporte de veículos produzidos por montadoras e importadoras enraizado no Brasil. A ação destes três organismos chegou a provocar um certo abalo na estrutura cartelizante através de uma ação civil pública, um inquérito policial e no mínimo três ações criminais, mas a recomposição foi rápida e o cartel volta a se fortalecer.
Parece bolo. Quanto mais bate, mais cresce, nos olhos das autoridades.
A determinação da Justiça Federal gaúcha, obrigando a General Motors do Brasil a contratar transportadores de fora da Associação Nacional das Empresas Transportadoras de Veículos (ANTV) e do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sindicam), ainda em vigor, foi um golpe fraco no cartel. Refém do sistema, a montadora foi forçada pela Justiça a contratar nova transportadora. Durou pouco. Repentinamente, a transportadora recém-contratada que passou por um longo e penoso processo de triagem e que fez grande investimento, precisou dar lugar a outra, curiosamente integrante de um gigantesco grupo.
Os tentáculos do cartel são incontroláveis pelas autoridades brasileiras. Envolventes e sedutores aos que se opõem. Uma e duas, e lá está um representante do cartel a oferecer quantias e oportunidades tentadoras. Fraca, a carne cede às tentações, causando estragos incalculáveis às causas justas e nobres defendidas outrora por seus denunciantes.
O anticartel.com surge com a proposta de mostrar à sociedade, que paga a alta conta, e às autoridades, que têm a obrigação constitucional de lutar contra os cartéis, quem manda, quem controla, quem engana, quem é refém, quem enfrenta, quem compra e quem se vende aos cartéis.
Vamos mostrar, na publicação das matérias feitas por nossos repórteres, como o cartel trata os seus oponentes. Como os seduz e, com precisão, quanto custa cada operação, inclusive em determinados meios de comunicação.
Certamente conquistaremos antipatias, mas a verdade é o nosso compromisso; o do internauta, tirar suas próprias conclusões.

   ::: SUCURSAIS :::
*Salvador (BA) *Anápolis (GO) *Belo Horizonte (MG)
*Betim (MG) *Brasília (DF) *Camaçari (BA)
*Curitiba (PR) *Goiânia (GO) *Gravataí (RS)
*Porto Alegre (RS) *Porto Real (RJ) *São Paulo (SP)
*São Bernardo do Campo (SP)  
*São José dos Pinhais (PR)  
*Rio de Janeiro (RJ) Redação - NOSSO EXPEDIENTE
Você acredita que os “acordos” firmados entre seguradoras, montadoras, concessionárias de veículos e bancos causam prejuízos ao trabalho dos milhares de corretores de seguros que atuam em todo o país?
Vote aqui    Resultado
 
 

 
Copyright © ANTI-CARTEL  Contato   Expediente Designed by ANTI-CARTEL